PARA CLIENTES CEDENTES NOVO AQUI?

CONHEÇA A SUL INVEST

COMO CONCILIAR CRÉDITO PARA GIRO COM AGILIDADE NA DISPONIBILIDADE, COMPREENSÃO NA CONCESSÃO E MENOS CUSTOS FINANCEIROS?

Conheça a Sul Invest

FIDC significa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios. A Sul Invest compra os direitos sobre os recebíveis de sua empresa com a disponibilidade de recursos de um fundo de investimentos, numa operação mais compreensiva e mais ágil do que no sistema bancário, isenta de IOF e independente de outros produtos financeiros.

O resultado? Crédito com mais agilidade para você operar seu negócio no ritmo que ele precisa.

SUL INVEST FIDCs

Os FIDCs Sul Invest (Multissetorial, Aberto Multissetorial e NP Multissetorial) têm como objetivo adquirir a cessão dos direitos de crédito originados de operações comerciais performadas (legalmente efetuadas e já finalizadas) com prazos de pagamento superiores à necessidade de capital de giro do vendedor.

Os direitos de crédito são avaliados levando-se em consideração as características da operação, a situação cadastral do comprador e a do vendedor gerando, ao final, uma taxa de deságio para a aquisição da cessão dos mesmos coerente com as variáveis analisadas.

Toda a operação é personalizada, automatizada e os recursos financeiros decorrentes da aquisição da cessão dos direitos tem disponibilidade imediata(1) para o cedente.

(1) Considerando todo o processo de aprovação em mesa de crédito, para clientes com cadastro prévio ativo e atualizado. Consulte condições com a equipe comercial ou diretamente com o atendimento especializado da Sul Invest Serviços Financeiros.

Crédito para giro com agilidade na disponibilidade, compreensão na concessão e menos custos financeiros.

QUER SABER COMO FUNCIONA UM FIDC?

FIDC significa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios. O Fundo adquire a cessão dos direitos sobre recebíveis originados em operações comerciais de empresas privadas, em qualquer segmento da economia, e que precisem operar com a disponibilidade de capital de giro. Por se tratar de um fundo de investimentos, e não uma operação de fomento, a disponibilidade de recursos para aquisição da cessão de direitos sobre recebíveis é muito superior à disponibilizado por fomentos mercantis. Além disso, todo o processo de avaliação dos direitos de crédito, da aquisição da cessão e disponibilização do crédito decorrente da aquisição da cessão é completamente transparente e regulamentada pelo governo federal através da CVM, Comissão de Valores Mobiliários. Também por não ser uma operação bancária as taxas praticadas são mais competitivas, a burocracia para operar é menor e não há necessidade de adquirir outros produtos bancários para poder ter acesso aos recursos do fundo. Além disso, diferentemente do sistema bancário, a solução de crédito é personalizada, não há restrições que não sejam avaliadas e não há o comprometimento da conta bancária da empresa em caso de inadimplência ou execução de um título vencido.

GRÁFICO DE FUNCIONAMENTO DO FIDC

O FIDC é um fundo de investimentos a partir de recursos depositados por investidores qualificados. Ele é mais regulamentado que outras formas de fomento mercantil e por isso mais seguro. Como o recurso financeiro é originado de vários investidores, a disponibilidade e volume de operações é bem maior.

Não há propriamente uma taxa de desconto, já que não se trata de uma operação de desconto bancário. O que há é um deságio do valor de face na aquisição da cessão de um direito de crédito. Esse deságio depende essencialmente das condições de liquidez corrente da sua empresa (recebíveis x endividamento), da situação cadastral, do histórico de crédito e da qualidade dos recebíveis (prazo, segmento da economia, situação cadastral do sacado, concentração).

Não há, portanto, uma tabela fixa e você pode ter taxas mais atraentes ao ceder direitos de recebíveis mais qualificados.

Todos os recebíveis performados, isso é, partir de negócios já fechados, com emissão fiscal integral e de sacados que permitem a antecipação de seus títulos.

Sim, desde que não sejam cedidos os direitos de créditos de negócios que já tenham sido objeto de antecipação bancária. Por uma questão legal, inclusive, você não pode ceder os direitos de um recebível que já tenha tido uma duplicata descontada.

Seu limite fica bloqueado até que a obrigação seja quitada. Isso terá um impacto no seu histórico e no histórico do sacado, o que vai prejudicar sua avaliação e sua futura taxa de operação. Assim, é primordial evitar que isso aconteça. Há dispositivos para você mesmo saldar a dívida do seu cliente (mecanismo de recompra), mas que também impacta na sua avaliação de crédito.

Os títulos referentes a vendas efetuadas e com seus direitos creditórios adquiridos pelo FIDC entram em uma cadeia que inclui investidores, bancos (custodiante e cobradores), empresas administradoras, agências de cálculo e certificação de risco e auditoria, tudo controlado pela Comissão de Valores Mobiliários do Ministério da Fazenda (CVM).

Apesar de uma cadeia tão complexa, a Sul Invest opera com mecanismos que permitem prorrogação e baixa de títulos de cobrança referentes à cessão dos direitos sobre os recebíveis. Nesses casos todos os integrantes da cadeia precisam alterar seus processos normais para retirar o título de circulação ou alterar suas características, gerando taxas adicionais. Porém, em casos de necessidade, essas alterações são perfeitamente possíveis e evitam situações comerciais constrangedoras entre sua empresa, que cedeu os direitos creditórios sobre um título, e o seu cliente, sacado desse título.

A mesma agilidade que você tem ao operar seus limites de cessão de direitos para a Sul Invest você também tem para administrar a sua carteira de recebíveis e seu relacionamento com seus clientes.

A Sul Invest Serviços Financeiros faz a constante conciliação bancária, contábil e do sistema para verificar a situação dos títulos. Várias vezes ao dia, portanto, a situação de sua carteira é atualizada e os limites são dinâmicos, de acordo com os títulos baixados.

Além de todas as vantagens de um FIDC, a Sul Invest possui um sistema de análise de crédito e risco aplicado não só na avaliação de seus clientes (cedentes), como também critérios para avaliar os clientes de seus clientes (sacados), ajudando seus clientes a terem uma visão mais detalhada e sistematizada de seus próprios negócios e de sua carteira de direitos de crédito. Também tem um longo histórico de atividade empresarial em diversos segmentos, o que é uma experiência importante para entender a melhor forma de atender às necessidades de seus clientes sem perder a solidez e segurança nas operações. Além disso a operação é isenta de IOF, configurando uma relevante economia nas despesas financeiras. O Sul Invest FIDC Multisetorial é um dos únicos FIDC’s do mercado que mantém a isenção para seus clientes, não embutindo o que seria o custo do IOF em outras tarifas ou taxas.

Basta abrir um cadastro para operação. Após a abertura serão atribuídos limites para venda dos direitos creditórios, incluindo limite por sacado. Imediatamente, após a atribuição dos limites e notificação da aprovação do cadastro, você recebe um login e senha para acesso exclusivo a um sistema para envio de borderôs e acompanhamento diário da carteira e já poderá operar.

DOCUMENTOS PARA CADASTRO

A operação de “desconto de títulos” no sistema bancário é substituída pela operação de “aquisição da cessão de direitos creditórios” num FIDC. Na operação com o FIDC também há critérios de seleção e análise de risco, mas de maneira mais compreensiva. Dessa forma, a abertura de cadastro e aprovação continua sendo condicionada à situação fiscal, contábil e financeira, porém algum item em desequilíbrio, como um REFIS em curso ou protestos de baixos valores e em contestação, não necessariamente implicam em reprovação do cadastro, mas sim num enquadramento de risco diferenciado.

Assim, não é possível determinar se um cadastro será aprovado ou não e qual o deságio a ser aplicado na aquisição de direitos sem que haja a análise de todos os itens solicitados. Mas é possível afirmar que o sistema de aprovação é diferente do sistema bancário, permitindo inclusive aprovações com determinadas restrições.

VOCÊ PODE COMEÇAR A OPERAR IMEDIATAMENTE

Consulte o representante comercial da Sul Invest e solicite uma visita para abertura de cadastro.

Os Fundos de Investimento em Diretos Creditórios (FIDC), também conhecidos como fundos de recebíveis, foram criados através da Resolução nº. 2907/01 do CMN e regulamentados pela Instrução CVM 356/01, com nova redação dada pela Instrução CVM 393/03.

CONTATOS COMERCIAIS

CURITIBA

Rua Marechal Deodoro, 869 – Cj 101 – Centro – CEP 80060-010
(41) 3013 2992

SÃO PAULO

Rua Gomes de Carvalho, 1655 – CJ 71/72 - 7º Andar – CEP 04547-006
(11) 3044 7505

PORTO ALEGRE

Av. Cristóvão Colombo, 1577 – CJ 501 – 502 – Floresta – CEP 90560-004
(51) 3062 2998

BELO HORIZONTE

Rua Aimorés, 3018 – Sala 907 – Barro Preto – CEP 30140-073
(31) 2535-8287

LONDRINA

Av Higienópolis, 1601 - Sala 504 – Jardim Higienópolis – CEP 86015-010
(43) 3032-1627